As 3 Fases do Climatério: Perimenopausa, Menopausa e Pós-Menopausa

O aumento da expectativa de vida faz com que as mulheres vivam tempo suficiente para experimentar importantes mudanças nos seus corpos, algo que as mulheres de gerações anteriores não conseguiram vivenciar. O climatério é todo o período de transição entre a fase reprodutiva e a não-reprodutiva da mulher. Embora estejamos a adquirir cada vez mais conhecimento a esse respeito, ainda há muito para se conhecer, sempre com o objetivo de promover mais qualidade de vida para as mulheres. Afinal, vivemos cerca de um terço das nossas vidas nessa fase!

O período do climatério é dividido em três principais estágios: a perimenopausa, a menopausa e a pós-menopausa. Embora as três façam parte da mesma transição geral de vida, elas podem causar sintomas diferentes e, portanto, têm opções diferentes de tratamento. Compreender cada uma das 3 fases do climatério pode ajudar a amenizar os sintomas, trazendo mais saúde e qualidade de vida para as mulheres ao longo do envelhecimento.

A perimenopausa: o início de tudo

A perimenopausa é o primeiro estágio do climatério e antecede a menopausa. Neste estágio, as mudanças endocrinológicas, biológicas e clínicas, características desse período, iniciam-se . A perimenopausa é marcada por uma queda gradual do estrogénio, que é o principal hormónio feminino produzido pelos ovários. Com isso, as mulheres passam a experimentar, principalmente, irregularidades menstruais. Depois, em momentos mais avançados da perimenopausa, como corpo produzindo cada vez menos estrogénio, outros sintomas aparecem: ondas de calor, insónia, aumento de peso, mudanças de humor, ressecamento vaginal e queda na libido.

As mulheres começam a perimenopausa em idades diferentes. Podemos notar sinais de progressão para a menopausa, como irregularidade menstrual, por volta dos 40 anos. Mas algumas mulheres percebem mudanças já na segunda metade da terceira década de vida. A duração média da perimenopausa é de 4 anos, mas para algumas mulheres esse estágio pode durar apenas alguns meses ou continuar por 10 anos.

Menopausa: o fim do período reprodutivo da mulher

A menopausa é reconhecida retrospectivamente, quando há 12 meses consecutivos de ausência de menstruação, para a qual não há outra causa patológica ou fisiológica óbvia. Nesta fase do climatério ocorre a cessação permanente da menstruação, resultante da perda da atividade folicular ovariana. Ainda não existe um marcador biológico adequado para este evento, mas já é bem estabelecido que é nesta fase que os ovários produzem tão pouco estrogénio que novos óvulos não são mais libertados.

Algumas mulheres entram em menopausa mais cedo do que o normal (antes dos 50 anos) e isso pode ocorrer por diversas razões como:

  • ter histórico familiar de menopausa precoce
  • ser fumadora
  • ter realizado histerectomia (remoção do útero)
  • ter se submetido a tratamentos de câncer
  • Pós- menopausa

Corresponde ao período após o evento da menopausa. Durante esse estágio, os sintomas climatéricos (ondas de calor, insônia, ganho de peso, mudanças de humor, ressecamento vaginal e queda na libido) permanecem e podem intensificar-se. Algumas mulheres continuam a senti-los por mais de uma década após a menopausa!

É fundamental que as mulheres mantenham-se saudáveis neste período, pois existem várias complicações de saúde associadas à pós-menopausa. A osteoporose, por exemplo, é uma das mais recorrentes. A diminuição da densidade mineral e resistência óssea ocorrem, principalmente, devido à deficiência de estrogénio, e estas alterações aumentam muito o risco de fratura. A osteoporose pós-menopausa é uma situação clínica que merece atenção, visto que sua incidência certamente aumentará nos próximos anos devido ao aumento da expectativa de vida.

Portanto Mulheres, é essencial dar atenção para a saúde geral, mas principalmente para a saúde óssea na pós-menopausa. Além disso, a pós-menopausa também está associada a um aumento do risco de certas condições de saúde, como doenças cardíacas, e problemas urinários. Portanto, é importante que as mulheres recebam acompanhamento médico adequado durante essa fase.

Durante a pós-menopausa, os níveis de estrogénio no corpo feminino são muito baixos, o que pode levar a uma série de mudanças no organismo. Por exemplo, a diminuição do estrogénio pode causar ressecamento vaginal, diminuição da libido e alterações na pele e nos cabelos.

É importante ressaltar que cada mulher vivencia o climatério de maneira única. Algumas podem ter sintomas mais intensos e prolongados, enquanto outras podem passar por essa fase com poucos ou nenhum sintoma. O acompanhamento médico regular é fundamental para identificar e tratar qualquer problema de saúde que possa surgir durante o climatério.

Em conclusão, o climatério é um período de transição na vida da mulher, marcado por mudanças hormonais e físicas. Compreender as três fases do climatério – perimenopausa, menopausa e pós-menopausa – pode ajudar as mulheres a lidar melhor com os sintomas e buscar tratamentos adequados para melhorar sua qualidade de vida nessa fase da vida. Se sentires ter mais informações e aprender técnicas holísticas para lidar com essa fase de transição com mais leveza, junta-te a nós na Jornada Menopausa Consciente.

Carla Ferreira

Carla Ferreira

Terapeuta e Formadora
Mentora de Mulheres
Criadora do Método Jornada da Menopausa Consciente
Founder Welcome Home Azores e Ascensão d'Alma

Mais conteúdos que podem te inspirar

Este site usa cookies para garantir a melhor experiência para ti.

Oferta Especial

em comemoração à renovação da marca Ascensão d’Alma

18% off

12 Meditações Guiadas Consciência e Conexão